Acessibilidade
Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página Principal > Notícias > Fragata Constituição da Marinha já está em atividade como nau capitânia da Unifil
Início do conteúdo da página

Fragata Constituição da Marinha já está em atividade como nau capitânia da Unifil

Publicado: Sexta, 15 de Agosto de 2014, 18h16

Brasília, 15/08/2014 – A Força-Tarefa Marítima da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (FTM-Unifil) já está sob o comando da fragata Constituição. A embarcação, que desde esta quinta-feira (14) atua como nau capitânia da missão, substituiu a fragata Liberal. Ambos os veículos navais são da Marinha do Brasil. O rodízio é realizado a cada seis meses, quando ocorre troca de todo o contingente.

À frente da “Constituição”, o novo comandante, capitão de fragata Alexandre Taumaturgo Pavoni, terá 927 homens sob sua responsabilidade. São 322 de Bangladesh, 263 do Brasil, 144 da Alemanha, 103 da Indonésia, 52 da Turquia e 43 da Grécia.

Entre as atribuições da FTM-Unifil está apoiar a Marinha libanesa no monitoramento de suas águas territoriais, com o objetivo de impedir a entrada de armamentos e contrabando pela costa.

Outra missão é promover o adestramento da Força Naval do Líbano para que, futuramente, possa assumir o controle de seu ambiente marítimo. Além disso, são realizadas operações de interdição marítima e, em períodos específicos, zonas de patrulha.

De acordo com a subchefia de operações de paz do Ministério da Defesa, a participação na Unifil proporciona o aprimoramento técnico e operacional dos militares, além de promover a integração entre os países, com troca de experiências e conhecimentos.

A missão

A Unifil foi criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1978, dias após a invasão israelense no sul do país do Oriente Médio. Em 2006, foi implantada a FTM, que está sob o comando de oficiais brasileiros desde 2011.

Informações e fotos: Marinha do Brasil
Assessoria de Comunicação
Ministério da Defesa
61 3312-4071

registrado em:
Fim do conteúdo da página